Entenda sobre os tipos de soldas

10 de dezembro de 2020

Tipos de soldas

 

A soldagem ocorre quando dois metais são unidos com a ajuda do calor gerado pela eletricidade. E o que preenche o meio desses metais é normalmente um outro tipo de metal próprio.

O que acontece, é que muitos pensam que existe apenas um processo de soldagem, mas não é bem assim.

Então pra te explicar melhor os principais tipos de soldas, preparamos essa matéria para você. Confira!

 

Soldagem fixa

Também conhecida como soldagem manual a arco elétrico, a soldagem fixa é um dos tipos de soldas mais simples e comuns que existe no mercado.

A soldagem fixa ocorre pelo calor de um arco elétrico mantido em duas partes metálicas, a ponta de um eletrodo revestido e o material de trabalho.

O calor gerado pela máquina de soldas que produz o arco elétrico é suficiente para acabar fundindo o metal a ser soldado. O processo da solda faz com que seja gerado um gás protetor, o que também cria escória e a liga ao metal fundido.

A escória em si é criada quando glóbulos de metal fundido entram em contato com a superfície da solda.

Vale lembrar, que a escória deve ser retirada da solda, para que assim, seja possível visualizar como está a mesma, e se precisa de mais uma “demão”.

 

Soldagem MIG

Ao contrário da soldagem fixa, a soldagem MIG não é manual, mas também não é totalmente automática.

O processo é considerado semiautomático, cuja principal aplicação é em oficinas, fábricas e construções automotivas.

A principal vantagem em utilizar a soldagem MIG, é sua facilidade de uso e manuseio do equipamento, sendo também com custo bastante acessível.

Além da facilidade e o baixo custo, a soldagem MIG possui alta eficiência e qualidade para o processo da solda. Sem contar que o processo é praticamente automático.

Vale lembrar, que na soldagem MIG não é necessário remover a escória, já que a mesma não é criada.

 

Soldagem TIG

Sem produzir fumaças tóxicas e proporcionando alta qualidade das soldas, a soldagem TIG pode ser utilizada em praticamente qualquer material.

Os benefícios são vários, mas a soldagem TIG é também a de mais difícil operação, e requer maior habilidade profissional.

Também sem produzir escória, a soldagem TIG utiliza um processo onde o gás árgon é usado para proteger a solda da contaminação.

Como já dito, a soldagem TIG é um pouco mais complicada que as outras já citadas. Ângulo ideal, banho de fusão uniforme, preenchimento correto, entre outros. São detalhes necessários para uma boa solda por esse método.

 

Soldagem com arame tubular

Sendo bastante semelhante à soldagem MIG, sua única diferença é que gera escória (a qual tem de ser retirada). O que causa essa diferença são as propriedades físicas e químicas presentes no arame.

A soldagem com arame tubular tem diversas aplicações, mas a principal é a soldagem de peças de aço.

 

Conclusão

É claro que existe uma grande variedade de soldas no mercado, mas hoje, mostramos algumas das principais.

Escolher o tipo de solda ideal pode ser uma tarefa difícil, mas agora, você já tem uma base de como funciona cada tipo. Por hoje é isso, até mais!

Relacionados

Soldas Planalto Lages/SC
  • Rua Getúlio Vargas, 253, Conta Dinheiro
  • Lages - Santa Catarina, 88508-620
  • contato@soldasplanalto.com.br
Horário de Atendimento
  • Segunda-Sexta:
  • 08:00h às 12:00h e 14:00h às 18:00h
  • Sábado:
  • 08:00h às 12:00h
  • Domingo:
  • Fechado
Soldas Planalto Chapecó/SC
  • Av. Fernando Machado, 3420, Líder
  • Chapecó - Santa Catarina, 89804-240
  • contato@soldasplanalto.com.br
Horário de Atendimento
  • Segunda-Sexta:
  • 08:00h às 12:00h e 14:00h às 18:00h
  • Sábado:
  • 08:00h às 12:00h
  • Domingo:
  • Fechado
2021 - Soldas Planalto - Todos os direitos reservados